Archive from Noticias



posted by maisa10.10.2018

Na tarde de ontem, 9, foi divulgado ao público que Phoebe Tonkin estará na capa da revista Harper’s Bazaar Austrália do mês de novembro! A atriz posou para fotos usando roupas da marca mundialmente conhecida, Chanel, e concedeu uma breve entrevista que você pode conferir traduzida abaixo junto com as fotos do photoshoot:

Phoebe Tonkin está tomando um café ghee e comendo um bolinho de banana no The Roadhouse, um café rústico em Byron Bay, quando BAZAAR liga. “Meu pai mora aqui e eu estou o visitando”, diz a atriz australiana baseada em Los Angeles. “Eu estive em Melbourne nas últimas semanas e não é o melhor clima agora, eu só queria nadar, curtir um pouco de sol e apenas sair”.

A atmosfera descontraída e ensolarada da cena moderna de Byron Bay é o mais longe que você pode obter do projeto em que Tonkin vem trabalhando em Melbourne: uma série dramática, sobrenatural e sombria chamada Bloom. A atriz de 29 anos, ao lado de duas vezes indicado ao Oscar, Jacki Weaver, Bryan Brown e Ryan Corr (Holding the Man, Hacksaw Ridge). A história se passa em uma cidade do interior, um ano depois de uma inundação devastadora ter matado cinco moradores locais. Sobreviventes descobriram cinco plantas misteriosas crescendo onde seus vizinhos se afogaram, cada um produzindo bagas que têm o poder de restaurar a juventude. Mas há uma pegadinha. A vitalidade renovada é passageira, portanto a cidade deve proteger seu suprimento a todo custo. Tonkin está chamando isso de “um conto de fadas sombrio”. “Mesmo que exista um elemento que não é deste mundo, tudo dos relacionamentos aos personagens muito reais e relacionáveis”, explica ela. “Ainda é muito australiano, mas acho que é algo que também será muito bem internacional”.

Dirigido pelo aclamado diretor norte-americano John Curran (Tracks, Chappaquiddick, Praise), Bloom explora a série sci-fi de pensamento-zeitgeist global, como Stranger Things, Black Mirror, Incorporated, Dark e Altered Carbon, tornando-o uma das mais badaladas estreias do ano. “O que você sacrifica?” “São questões realmente interessantes sobre nossos desejos e vitalidade: quais são os custos?” Tonkin continua. “Ele pede coisas que precisamos nos perguntar todos os dias sobre o modo como consumimos, como usamos as mídias sociais, as pessoas que admiramos e se é um mundo muito superficial”.

Tonkin e Weaver compartilham um personagem em Gwen, com Tonkin interpretando-a depois que sua juventude foi restaurada. Tonkin tem apenas quatro dias de filmagem quando fala com a BAZAAR. “Eu não trabalhei com [Weaver] ainda, mas eu obviamente assisti muito do trabalho dela”, diz ela. “Eu venho quando Gwen foi rejuvenescida após ela comer este tipo mágico de baga. Há elementos nela que são de caráter dela [Weaver] e outros elementos que são sobrenaturais. [A usina] tem afetado o corpo e a mente de Gwen, então ela é não inteiramente a mesma pessoa que ela era quando era jovem no mundo real “.

Phoebe não estranha os gêneros sobrenaturais e fantasia. Ela chamou a nossa atenção em 2006 quando interpretou uma adolescente que virou sereia na série australiana H2O: Just Add Water. Ela fez sua estreia nos EUA em 2011 como uma jovem bruxa na série dramática sobrenatural The Secret Circle. Em 2012, ela se juntou ao elenco de The Vampire Diaries, o que levou a um papel em sua série spin-off, The Originals. Tonkin rompeu com seu nicho de personagem de fantasia este ano, quando conquistou o papel principal em Safe Harbor, um drama da SBS sobre pessoas que buscam asilo, e depois seguiu com um papel na série dramática americana The Affair. Embora ainda tenha elementos sobrenaturais, Bloom faz parte da estratégia de Phoebe Tonkin para transformar percepções e se estabelecer como uma atriz séria em casa e no exterior.

“Quando você faz uma série como Vampire Diaries por tanto tempo, você está em um certo demográfico”, diz ela. “Foi incrível e sou grata, mas agora estou animada para fazer algo diferente. Eu preciso flexionar músculos diferentes, ser desafiada e ter uma nova experiência como atriz. Eu quero fazer algo fora da caixa – não provar alguma coisa, mas porque é isso que eu gravito quando estou escolhendo algo para assistir”.

O amor de Tonkin pelo filme floresceu enquanto ela crescia em Mosman, na costa norte de Sydney; ela e sua família iam ao cinema todas as quintas à noite. “Eu amava o cinema, mas também amava a atmosfera e o ritual de ir ao cinema”, diz ela. “As lembranças de chegar lá e chegar em casa e falar sobre o filme depois – é algo que todos nós vinculamos e realmente gostamos.” Na idade de 12 anos, ela encontrou alívio da timidez ao se conectar com outras crianças criativas no Australian Theatre for Young People. “Foi essa pequena comunidade secreta de crianças que não eram da minha escola”, lembra Phoebe. “Era apenas um lugar para ir para fugir e se tornar outra pessoa e aprender sobre algo que não estava no currículo. Eu amei a comunidade que foi criada.”

Hoje, a tribo de Phoebe Tonkin em Los Angeles inclui amigos próximos e companheiros australianos como Lara Worthington, Bella Heathcote, Margot Robbie e Teresa Palmer. “Eu gosto de estar perto de muita gente sendo criativa e inspirando uns aos outros”, diz ela, “mas com amigos da indústria, tento não falar sobre trabalho, empregos ou audições. Falamos sobre todo o resto, e eu tento ter muito de pessoas para a minha casa ou fazer viagens para lugares do norte da Califórnia como Ojai “. Tonkin narra essas viagens no Instagram, onde você verá fotos dela na praia com sua melhor amiga, a estilista Matteau Ilona Hamer (Phoebe Tonkin lidera a marca de moda praia desde 2015); no show da Chanel em Paris (Phoebe é uma embaixadora da marca de luxo francesa); no tapete vermelho ou no set. Mas entre as fotos chamativas, sua grade é recheada de exortações sobre Time’s Up, controle de armas, #BlackLivesMatter e direitos dos imigrantes.

“Se as meninas e os meninos mais novos que me seguem estão consumindo a mídia, estou tentando vendê-los sobre as séries em que estou, acho que é justo compartilhar com eles outro lado do mundo, e talvez ficar animada e inspirada sobre outra coisa também “, explica Tonkin.

Ela também é sincera sobre as pressões que as mulheres enfrentam quando se trata de imagem corporal, e como as mídias sociais podem promover uma alimentação extremamente limpa e ortorexia: evitar obsessivamente alimentos que o sofredor considera prejudiciais. “Eu acho que as pessoas podem realmente abusar da palavra ‘saudável‘”, diz ela. “As pessoas olham para atrizes nas mídias sociais e pensam: ‘Ah, ela é tão saudável, eu queria ser assim’. É muito bom cuidar de você – e eu amo boa comida no meu corpo – mas também gosto de equilibrar. A palavra “saudável” significa conforto e felicidade mais do que apenas sucos verdes e yoga, e há outra parte da saúde que é sobre se conectar com a natureza, estar ciente de nossa pegada ambiental e meditar, que é algo que eu, em termos de imagem corporal, tento não ser um santo graal de saúde e bem-estar – é por isso que tento não falar da maneira como me alimento, mas algo como cursos de meditação, para mim, que para mim, ajuda. Depois de postar sobre Laura Poole (técnica de meditação), muitas pessoas com depressão tentaram aprender mais sobre meditação, é assim que eu acho que posso inspirar as pessoas, em vez de apenas tirar uma selfie com um smoothie“.

No filme de 1999, Girl, Interrupted, a personagem de Angelina Jolie, Lisa, diz: “Se eu pudesse ter qualquer emprego no mundo, seria uma Cinderela profissional“. O título do trabalho de fantasia ressoou tanto com Tonkin que ela se apropriou dele para descrever sua mistura surrealista de glamour e determinação. “Isso descreve totalmente minha vida às vezes“, diz ela. “Algumas semanas atrás eu tive a viagem mais incrível com minhas amigas, ficando em uma casa incrível fazendo todas essas coisas incríveis, então na noite seguinte, eu estava hospedado em um albergue em Barcelona sozinha. Você começa a fazer toda essa diversão coisas, então o relógio bate meia-noite e você está de volta à sua vida normal “.

E com isso, ela vai aproveitar uma tarde normal em Byron Bay. “Vou deitar na praia, depois vou para casa e papai irá me levar para jantar”, diz ela.

FONTE

 

HARPER’S BAZAAR AUSTRALIA (NOVEMBER)
HARPER’S BAZAAR AUSTRALIA (NOVEMBER)
posted by maisa10.10.2018

Como todos sabem, Phoebe Tonkin participou de uma mini-série Australiana dividida em quatro partes, Safe Harbour,conta a história de cinco australianos em um feriado de yachts de Darwin para Indonésia, cuja férias idílicas tomam um rumo desastroso quando se deparam com um barco de pesca quebrado, cheios de requerentes de asilo. Os australianos decidem ajudar, rebocando os refugiados, mas quando eles acordam na manhã seguinte, o barco de pesca está desaparecido. Cinco anos depois, eles reencontram alguns dos refugiados e descobrem a verdade. Alguém cortou a corda entre os dois barcos e, como resultado, sete pessoas morreram quando o barco de pesca afundou. A revelação leva uma cunha de desconfiança entre os australianos, enquanto lutam para se proteger e fazer a coisa certa. Os refugiados lutam com o seu desejo de justiça e, possivelmente, vingança.

Com isso, nós do PTBR, juntamos os links dos quatro episódios legendados da mini-série para que vocês possam assistir, confira os mesmos clicando nos números abaixo:

Dowloand: Episódio 1  Episódio 2 Episódio 3 Episódio 4

Legendado: Episódio 1 Episódio 2 Episódio 3 Episódio 4

Gostaríamos de agradecer a Legendas TV por terem disponibilizado os links para dowloand e o Seu Seriado por terem disponibilizado os links legendados!

posted by maisa08.20.2018

Após um longo tempo de suspense, Phoebe Tonkin revelou que estará atuando na nova série de mistério, intitulada “Bloom“. Tonkin interpretará Gwen Reid, a versão jovem de uma atriz famosa. As gravações já foram iniciadas, porém sem muitos detalhes divulgados. Confira a matéria traduzida abaixo:

Jacki Weaver, Bryan Brown, Phoebe Tonkin, Ryan Corr, Daniel Henshall e Sam Reid lideram o elenco de Bloom, uma história de amor sobrenatural cheia de aventura, mistério e horror. Encomendado por Stan e produzido pela Playmaker Media, o drama de seis partes está agora filmando em Victoria, dirigido por John Curran em sua estréia na TV e Mat King, que está em pós-produção em Pine Gap para a ABC e Netflix.

Roteirizado por Glen Dolman, a série é passada um ano após uma inundação devastadora que matou cinco moradores em uma cidade do interior, onde uma misteriosa nova fábrica aparece com o poder de restaurar a juventude deles. É um milagre que algumas pessoas irão matar para manter em segredo. Depois que um terço dos moradores deixarem a cidade, os outros cem restantes ficam presos em uma espécie de purgatório, em busca de respostas e tentando encontrar o culpado. Weaver interpreta Gwen Reid, ex-atriz de sucesso que foi forçada a se aposentar por sofrer de Alzheimer de início precoce. Brown é seu marido Ray, um professor do ensino médio e ex-astrônomo que é o cuidador de Gwen.

Em seu primeiro papel Australiano desde Safe Harbor, Phoebe Tonkin é uma versão mais jovem de Gwen. Corr é Sam, um personagem com um passado sombrio, com Henshall como o primeiro-oficial Griffiths. John Stanton é Max, um agricultor solitário e deprimido que uma vez amou Gwen, com Sam Reid como o jovem Max. O elenco inclui Genevieve Morris, Anne Charleston, Terry Norris, Amali Golden, Nicki Sheils, Tessa Rose e Rod Mullinar.

Co-financiado pela Screen Australia e Film Victoria, a série é produzida por Sue Seeary (Amor da Criança, House Husbands, Bite Club) e filmada por Geoffrey Hall (WWake in Fright, Wolf Creek, Red Dog: True Blue). A Sony Pictures Television distribuirá a série globalmente.

Dolman, que vive em Los Angeles há vários anos, escreveu o drama adolescente High Life, que foi exibido no Nine Network, e co-escreveu a comédia animada CGI de John Stevenson, The Ark and the Aardvark.

“Eu fui perseguido com a ideia por vários anos desde as enchentes de Queensland, e vendo as imagens do ‘tsunami interior’ que devastou cidades que estavam completamente despreparadas, apesar da era tecnológica em que vivemos”, diz Dolman ao IF.

Acho que é uma característica muito humana acreditar que temos controle sobre nossas vidas e destinos, mas desastres naturais como esse provam o contrário. É a falsa noção de controle que muitas vezes nos impede de fazer o que realmente queremos, porque achamos que ainda temos muito tempo pela frente, incentivando-nos a fazer escolhas seguras das quais nos arrependemos mais tarde. Então, essa foi a gênese da ideia da “fonte da juventude”, uma oportunidade de ter sua “juventude” novamente – reavaliar o que é importante – mas nascer da tragédia de um desastre natural “.

Inicialmente, ele pretendia lançar o conceito para as emissoras norte-americanas porque duvidava que encontrasse uma casa na Austrália. Mas ele mencionou isso para David Maher e David Taylor, da Playmaker Media, que responderam imediatamente e o levaram para Stan. O projeto esteve em desenvolvimento por 18 mesesantes de receber o sinal verde.

Dolman está atuando como produtor executivo/showrunner, o que ele descreve como “um papel que consome tudo quando você está tentando escrever a série e perceber isso. Mas eu tenho uma grande equipe ao meu redor, uma equipe maravilhosa e tive o privilégio de aproveitar os talentos de alguns dos melhores escritores australianos para ajudar a aprofundar e desenvolver a ideia ao longo dos anos ”.

O diretor de conteúdo da Stan, Nick Forward, disse: “O elenco reunido, incluindo a notável Jacki Weaver, é uma prova da singularidade da visão de Glen, da escala da produção e do calibre da Playmaker e da Sony como nossos parceiros locais e internacionais no projeto.”

A chefe de produção da Screen Australia, Sally Caplan, acrescentou: “Glen fez um trabalho incrível na localização do gênero e estamos ansiosos para ver sua visão ganhar vida, especialmente com o elenco envolvido”.

Fonte: IF.

Tradução e Adaptação: Equipe PTBR.

posted by maisa08.02.2018

Infelizmente chegou a hora de darmos adeus a The Originals, a série ficou conhecida por ser um spin-off de The Vampire Diaries, que traz histórias supernaturais, brigas familiares, romance e muito mais. No trama, Phoebe interpretava uma híbrida (metade vampiro & metade lobo) chamada Hayley Marshall. O último episódio veio ao ar ontem, 1, e com isso, o elenco da série disse adeus aos seus respectivos personagens em suas redes sociais, confira algumas postagens de Tonkin e do elenco abaixo:

 

“Hoje a noite é o último episódio de The Originals. Aqui estão algumas fotos dos últimos 5+ anos. Obrigada a todos os fãs que permaneceram conosco e os que nós cativamos ao longo do caminho. Que experiência!”

 

 

Thanks to all of you who watched and cried and laughed with us over the years…❤❤❤@theoriginals

Uma publicação compartilhada por Leah Pipes (@leahmariepipes10) em

“Obrigada a todos vocês que assistiram e choraram e riram conosco durante esses anos…”

 

“Os cinco anos mais importantes da minha vida. Incrivelmente grata pelo amor, melacolia, o trabalho e, acima de tudo, as lições. Foi épico. Sempre e para sempre, de fato. ⚜”

INSTAGRAM STORIES
posted by maisa07.30.2018

Como todos os anos, acontece a Bloody Night Con em Bruxelas que conta com a presença de atores e atrizes de The Originals e The Vampire Diaries. E esse ano, Phoebe Tonkin esteve presente! Além de Tonkin, estiveram presente seus colegas de elenco da série The Originals, Daniel GilliesNate BuzolicRiley Voelkel e da série The Vampire Diaries estiveram presentes, Candice King, Michael Trevino e Steven McQueen.

Phoebe conversou com fãs e posou para diversas fotos com os mesmo, confira as fotos abaixo:

TIRADAS POR FÃS
COM FÃS
Após participar da Bloody Night Con em Bruxelas, Phoebe mais uma vez, se juntou com seus colegas de trabalho e voou para Barcelona, onde aconteceu mais uma edição da con. Além de Tonkin, estiveram presentes Riley Voelkel, Daniel Gilles, Nate Buzolic, Michael Trevino e Paul Wesley.
TIRADAS POR FÃSr
COM FÃS
12