Seja bem-vindo ao Phoebe Tonkin Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz Phoebe Tonkin. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu acima e divirta-se com todo o nosso conteúdo. O Phoebe Tonkin Brasil é um site feito por fãs. Esse site foi feito apenas para postar notícias para pessoas que como nós, admira seu trabalho e seu jeito. O PTBR não tem nenhuma intenção de lucro.

Em recente entrevista para a Vogue Austrália, Phoebe Tonkin falou sobre a sua carreira e muito mais! Confira abaixo a mesma traduzida pela nossa equipe:

Por que o novo projeto de Phoebe Tonkin é o mais pessoal dela até agora? A atriz dirigiu seu primeiro filme, um pequeno vídeo íntimo sobre o vínculo entre duas irmãs, que estreará na noite de abertura do 2021 Flickerfest. Phoebe Tonkin e Flickerfest estão voltando. Ao longo dos anos, a atriz participou de inúmeras sessões no prestigioso festival de curtas-metragens, realizado anualmente na Praia Bondi de Sydney. “Tenho boas lembranças”, diz ela à Vogue . Não só de assistir curtas-metragens incríveis, muitos dos quais alcançaram aclamação global, indicações a prêmios e até mesmo alguns Oscars. Mas foi também no Flickerfest que Tonkin se conectou pela primeira vez com algumas das pessoas mais importantes de sua vida.

“Na verdade, foi lá que conheci Teresa Palmer, Lara Worthington e Xavier Samuel, que ainda são meus amigos até hoje”, diz Tonkin. Não é de se admirar, então, que ela se sinta tão “honrada” por estar exibindo seu próprio curta-metragem na noite de abertura do festival de 2021. Na sexta-feira, 22 de janeiro, a estreia de Tonkin na direção com “Furlough”, terá sua estreia australiana.

Depois de anos como atriz, tanto em casa quanto fora em séries como Westworld e The Originals, Tonkin sabia que estava pronta para dar um passo para trás das câmeras. Foi o que ela fez em 2019, escrevendo o roteiro de um curta-metragem seguindo duas irmãs adolescentes enquanto elas escapavam para uma noite na cidade e voltavam para a Austrália para filmar o projeto no final daquele ano.

O resultado é cru e íntimo, uma história de amadurecimento que não foge de toda a “angústia”, como Tonkin coloca, de crescer. A Vogue conversa com Phoebe sobre como fazer sua estreia na direção, trabalhando com a produtora voltada para mulheres Dollhouse Pictures – fundada por Rose Byrne, Jessica Carrera, Krew Boylan, Gracie Otto e Shannon Murphy – e como ela convocou sua mãe para ajudar por trás das câmeras. VOGUE: Você escreveu e dirigiu Furlough em 2019, depois de uma separação, também no ano em que completou 30 anos e mudou de cidade…

VOGUE: Como foi aquela época da sua vida?

 “Eu estava realmente procurando outros meios criativos além de apenas atuar. Sempre tive uma imaginação fértil e adorei o aspecto narrativo de ser atriz. Eu estava trabalhando em um curta-metragem diferente por alguns anos, um filme distópico de culto de ficção científica que realmente não parecia alcançável com meus recursos limitados, então Furlough nasceu por eu mergulhar meus pés na direção de uma forma mais realista.”

VOGUE: De onde veio a ideia de Furlough? Que história você quer contar?

 “As personagens e mundos que escrevo retratam sempre as mulheres de uma forma muito específica. A ideia inicial na qual eu estava trabalhando lidava com mulheres realmente rudes, imperfeitas e bagunceiras. Como atriz, fico muito cansada de ler ‘Ela é forte e poderosa’ em minhas análises de personagem. Havia algo divertido e perigoso nos protagonistas de Furlough. Muitos filmes de amadurecimento mostram os meninos sendo imprudentes e ultrapassando limites; Eu queria explorar a angústia feminina daquela idade também, especialmente no contexto de que os personagens estão se acostumando. Fiquei muito inspirada pelo curta-metragem Slapper, de Luci Schroderpor, e Wasp, de Andrea Arnold. Qualquer coisa de Andrea Arnold, para ser sincera — ela seria uma das minhas maiores inspirações. E Luci é alguém com quem eu adoraria trabalhar um dia também.”

VOGUE: Você deve estar sentindo muita falta da Austrália agora. Qual é o seu sonho de dia de verão australiano?
“Isso está me matando. Estou com muitas saudades de casa. Tenho saudades de acordar e nadar, um bom café com leite, caixas de manga. Meu dia de verão dos sonhos seria um dia em Balmoral nadando e pulando do cais e almoçando no The Boathouse.”
A estreia de Furlough na Austrália terá a exibição na noite de estreia do 2021 Flickerfest.

22 de janeiro
Phoebe Tonkin Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D