Seja bem-vindo ao Phoebe Tonkin Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz Phoebe Tonkin. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu acima e divirta-se com todo o nosso conteúdo. O Phoebe Tonkin Brasil é um site feito por fãs. Esse site foi feito apenas para postar notícias para pessoas que como nós, admira seu trabalho e seu jeito. O PTBR não tem nenhuma intenção de lucro.

Exclusivo: Phoebe Tonkin fala sobre como o relacionamento de Sam Worthington com seus filhos foi ‘essencial’ em Transfusion, um filme original da Stan

A atriz australiana Phoebe Tonkin falou sobre seu papel em Transfusion, o tão esperado Stan Original Film, que estreia exclusivamente na Stan em 20 de janeiro.

O filme é estrelado por Sam Worthington (Avatar: The Way of Water), que interpreta Ryan Logan, um homem que luta contra a TEPT depois de se aposentar do SAS. Phoebe estrela como sua esposa, Justine.

No filme, Ryan e seu filho Billy tentam se reconectar após uma perda devastadora. Em sua última chance com a lei, Ryan é empurrado para o mundo do crime por um ex-irmão da SAS (Matt Nable) para evitar que seu filho seja tirado dele.

Em uma entrevista exclusiva com a 9Entertainment, Phoebe falou sobre o significado do filme e como os próprios filhos de Sam – Rocket, Racer e River – provaram ser “essenciais” para ela enquanto fazia o filme.

“É um filme sobre luto, TEPT e o que um pai vai fazer para proteger, apoiar e amar seus filhos”, explicou Phoebe.

“Sam é um belo ator, e ele foi realmente inspirador para mim porque eu não tenho filhos.”

Phoebe revelou que sua irmã deu a luz ao seu sobrinho no dia em que ela começou a filmar.

“Eu sou uma tia agora, mas realmente minha única outra experiência com crianças – bem, uma das minhas experiências com crianças – é [com] os filhos de Sam e Lara”, admitiu ela.

“Sam é um pai e ele realmente entende o amor que as pessoas tem por seus filhos, esse amor eterno.”

“Foi definitivamente um trunfo inestimável tê-lo, pois ele é capaz de trazer esse senso de honestidade e verdade sobre o amor que ele tem por seus filhos, [para seu papel] com seu filho neste filme… Foi muito, muito útil.”

Phoebe também falou sobre os temas significativos de luto e TEPT ao longo do filme.

Ela disse que, embora existam muitos filmes americanos sobre soldados retornando da guerra, não há muitos baseados na Austrália.

“Isso foi algo que realmente me interessou desde o início – aquela história única que acontece muito na Austrália, mas não se fala muito”, disse ela.

“Há também muitos homens australianos que serão capazes de ressoar com as vulnerabilidades do caráter de Sam.”

Ela disse que o poder do luto é um tópico incrivelmente importante que precisa ser aprofundado.

“Qualquer oportunidade de mostrar as vulnerabilidades do ser humano e as lutas apenas para colocar um pé na frente do outro”, continuou ela. “… Especialmente para um pai tentando cuidar de seu único filho vivo.”

“Acho que há algo de muito inspirador para quem fará qualquer coisa para proteger e cuidar de seus entes queridos.”

O filme original da Stan também é estrelado por Edward Carmody, Susie Porter (Stan Original Film Gold) e Jessica Napier (Harrow).

Fonte.

24 de janeiro
Phoebe Tonkin Brasil • Layout por Lannie D